Conspiração do Universo?

Quando me envolvi com a PNL (Programação Neuro-Linguística) há quase 20 anos atrás, tive meu 1º contato com essa expressão, de que quando você tem objetivos claros, o “universo conspira a seu favor”. Não me prendo muito ao lado esotérico disso, mas acredito no lado fisiológico, hormonal, neuronal.

Bem, há pouco mais de 1 mês atrás, recebi um e-mail do tipo que eu normalmente deleto sem olhar, pois relacionava-se à USP de Ribeirão Preto, que não tem muita relação com meus interesses. Por algum motivo (conspiratório?) que não sei, eu abri. O texto era o que segue:

“Estamos lançando aqui na USP um concurso (Prêmio Melhores do Ano), cuja participação é gratuita, para eleger os melhores profissionais de Educação Física do Brasil – o tema desta primeira edição é emagrecimento. Os interessados devem apenas gravar e nos enviar até 10/06 um vídeo de até 10 minutos sobre sua formação e trajetória profissionais, além de seus diferenciais e do que considera importante visando o emagrecimento – uma comissão elegerá os melhores 10 vídeos e tais profissionais disputarão a fase final em um evento em Ribeirão Preto, no qual ministrarão uma “aula teste”, apresentarão os fundamentos desta aula teste e serão questionados por corpo de jurados! Os vencedores receberão prêmios e ficarão reconhecidos em todo o país! Participe e se destaque no mercado de trabalho! Por fim, se divulgar ao seus conhecidos, ficarei muito grato!

Também estamos abertos a parcerias!

Detalhes e inscrições…” e continuava com o endereço do site, etc.

Encaminhei aquela informação para meu amigo Giulliano Esperança, profissional que há muito se dedica à questão do emagrecimento com saúde.
Dias depois ele me informou que havia feito sua inscrição.

Semana passada me informou que estava entre os finalistas.

Ontem, 23/6/16, aconteceu a avaliação final. Um dia inteiro de apresentações dos finalistas, para uma banca examinadora bastante criteriosa e exigente.

Final da história: Ele venceu! Giulliano Esperança e seu programa Storm12.

Senti orgulho, emoção, satisfação, tudo junto ao saber disso, que uma instituição como a USP reconheça o talento e a dedicação de um profissional tão apaixonado pelo que faz e que não é do meio acadêmico, e uma pergunta lá no fundo que vai me acompanhar por muito tempo:

Por que eu abri aquele e-mail que normalmente nunca abriria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *